Laudir, a Rainha do bloco Amor de Ramos e o Super-HomemLaudir de Oliveira
foi um dos primeiros músicos brasileiros a difundir a percussão afro-brasileira no exterior, primeiro trabalhando com o grupo de dança "Brasiliana" e depois tocando com Sérgio Mendes, Joe Cocker, Chicago, Jackson 5 e Milton Nascimento entre outros. Citado como influência por músicos com o João Bosco, e Carlos Santana, nos conta entre outras coisas que nunca tinha pensado em ser músico antes e que chupava laranja no quintal de Pixinguinha quando criança.
    A Entrevista foi realizada enquanto o bloco "Amor de Ramos
(ouça a chegada do bloco) desfilava na rua onde
mora, em Ramos. Na véspera Laudir tinha desfilado na bateria da
Imperatriz Leopoldinense que veio a ser  a campeã do carnaval 2001
Laudir não resistiu e acabou tocando um Surdo...
(ouça Laudir Tocando com o Bloco)

a frente uma transcrição resumida do papo com o Laudir...
para ouvir na integra a entrevista clique no links abaixo....

- Conte-nos sobre sua infância, no bairro de Ramos
L: Fui criado aqui em Ramos, sempre jogava bola com os amigos na frente da casa do Pixinguinha e então nos intervalos iamos para lá chupar laranja e beber água. Semanalmente presenciava reuniões do Pixinguinha com o Donga, João da Baiana... Sempre muito Elegantes. Outro vizinho foi o Maestro Moacir Santos que hoje mora nos EUA. Fui um dos fundadores do bloco "Cacique de Ramos" Junto com o Bira, o Ubirani, o Arnaud....
clique aqui para ouvir em RealAudio

-E como foi sua participação no grupo "Brasiliana"?
L: Comecei no Brasiliana tocando atabaque e dançando, posteriormente assumi também a função de diretor, Além disso era casado na época com a estrela da companhia. Rodamos o mundos todo lotando sempre os melhores teatros. O último show nos Estados Unidos foi no "Greek Teathre", onde também tocou Frank Sinatra. Fizemos uma turnê de 4 anos com 40 pessoas, sem interrupção, imagine só!
clique aqui para ouvir em RealAudio

-E depois?
L: Depois fui tocar com o Sérgio Mendes. .... estreiamos no Lincoln Center.. e foi tudo bem!
clique aqui para ouvir em RealAudio

-Como foi seu contato com Carlos Santana?
 Gravamos (c/Sérgio Mendes)  um disco chamado
"Primal Roots" no qual eu também canto cantigas de Candomblé, saudações para os Orixás. (Com Hermeto Pascoal e Airto Moreira)
O Santana me disse uma vez que esse disco (Primal Roots) tinha mudado a vida dele e sua própria obra, pois antes ele só ouvia e tocava Blues.
Vim a tocar com Santana posteriormente no Rock 'n Rio II.
clique aqui para ouvir em RealAudio

-Como seu trabalho no Exterior?
Toquei 4 anos com Sérgio Mendes, depois foram
oito anos na banda Chicago, que era uma das maiores bandas na época.
Gravei também com Joe Cocker e Jackson 5, entre outros.
clique aqui para ouvir em RealAudio

-Como foi a primeira vez que você entrou num estúdio de gravação?
- Eu estava no estacionamento da A&M Records que era a gravadora do Sérgio Mendes. O Produtor do Joe Cocker veio me perguntar, se eu gostaria de gravar e.....
clique aqui para ouvir em RealAudio
 

- E a internet?
L: Não tenho contato direto com a internet pois não tenho computador,
porém apareço em muitos sites no Brasil e no Exterior, incluindo o site do ÍMÃ (http://taturana.com), e recebo e-mails através deste site, estou até reencontrando velhos amigos...
clique aqui para ouvir em RealAudio

(nota taturana: Laudir está citado no Altavista em
sites do mundo todo em várias linguas, ou seja a presença dele na Internet,

é impressionante dado que ele nunca mandou um e-mail....;)
 

Clique aqui para ver mais fotos de Laudir tocando com o ÍMÃ

foto:Gabriel Paiva
Estamos na Coluna do Gravatá no caderno de informática do GLOBO
estamos na coluna do gravatá!
no caderno de informática do GLOBO...


hosted by 

taturana.com